TAROT

          O Tarot é um instrumento que pode ser usado para a nossa orientação pessoal quanto para um estudo ou filosofia. Ele é um sistema que engloba todo o conhecimento prático e espiritual.
Podemos dizer que é um conjunto de conhecimentos da humanidade, sendo um alfabeto iniciático e foi transmitido há muito tempo.
         O termo Tarot significa rota ou caminho. Ele está acessível  a nossa mente através do estudo dos símbolos que estão inseridos nele. Sua verdadeira origem ainda não está bem definida. Segundo o famoso ocultista Eliphas Levi afirma que: "o verdadeiro simbolismo do Tarot vem do antigo Egito"
Eliphas Levi diz: "sem o Tarot a magia dos antigos é um livro fechado e torna-se impossível desvendar qualquer dos grandes mistérios da Kabala. Ele também diz que as cartas do Tarot são a chave para a tradição esotérica  e a " fonte primitiva Divina e que não pode haver dúvidas de que o Tarot é, na verdade importante simbologia".
      O Tarot é um alfabeto iniciático onde os 22 arcanos maiores  correspondem as 22 letras do alfabeto Hebraico e cada letra desse alfabeto é um pequeno Universo com todos os planos de correspondência. Segundo Eliphas Levi os Arcanos podem ser chamados de "Livro do Saber", e resume todas as ciências e cujas infinitas combinações podem solucionar determinadas situações.
        Segundo o Livro Elementos do Tarot ele seria um livro que contém muitas fontes sendo a síntese da Tradição dos Mistérios do Ocidente.Ele possui elementos de Astrologia Numerologia entre misticismo e Filosofia Oriental. A pessoa tem que tentar compreendê-lo entrar nesse mundo de símbolos que estão ligados a essência dos seres humanos.
     No livro "O Tarot dos Boêmios" de Papus, livro clássico sobre os mistérios dos arcanos, há uma lenda que diz: "toda sabedoria iniciática vem do Antigo Egito e foi gravada nos símbolos dessas lâminas  como uma última tentativa de preservar essa sabedoria para as futuras gerações".
     Em seu livro de Tarot G.O.Mebes: "de acordo com a Tradição os sacerdotes de Memphis prevendo a queda da civilização Egípcia, ocultaram os conhecimentos sob a forma de um baralho que hoje em dia é conhecido como Tarot...". Court de Gebelin observou que o Tarot é a base do ensino sintético de todos os povos da antiguidade. "O Tarot é uma fonte de sabedoria para quem tem olhos para ver e ouvidos para escutar sua linguagem silenciosa"
      Antigamente segundo a Tradição, o discípulo podia estudar os Arcanos menores após passar pelo estudo dos arcanos Maiores, pois eram mais profundos e abstratos e sua compreensão era avaliada pelo nível evolutivo de cada estudante. Os Arcanos encerram inúmeros conhecimentos e através deles são feitos associações necessárias para desvendar cada arcano. O termo em latim Arcanum literalmente significa misterioso evocando a ideia de um conteúdo ainda hermético que necessita ser desvendado pelos estudiosos. O termo mysterium é todo um sistema harmonioso de Arcanos e segredos dentro de uma escola. Eles são a linguagem simbólica dos deuses. "As sociedades secretas deviam transmitir o aspecto científico da iniciação original, enquanto as sociedades religiosas, o aspecto-filosófico desse ensinamento"- Papus.
      A palavra Kabbalah significa "Revelar" e revela a nossa natureza interior. Ela veio do Egito e da Caldéia e através da Árvore da Vida iremos compreendê-la. A árvore da vida é um gráfico do modelo cósmico. O Tarot possui ligação com a Kabala. As cartas do Tarot empregam a linguagem dos símbolos que se referem aos processos psicológicos  aos acontecimentos do mundo exterior com as pessoas e isso foi explanado por Jung (psicólogo Suíço que estudou o significado dos símbolos e a mitologia  presente na psique humana). É importante conhecer sua simbologia. Muitos símbolos são naturais como raios, paisagem, animais montanhas e outros. Por exemplo na simbologia temos pares de colunas: elas estão relacionadas a figuras que representam autoridade. Podem representar a dualidade dos opostos e quando as colunas são abstratas, como acontece no Arcano Sete (7) que é o Carro, representam a tomada de autoridade sobre a vida. As estrelas e constelações simbolizam o mundo superior que só pode ser percebido através da consciência evoluída.
     O símbolo do Trono é o domínio do poder característica relacionada a realeza. O quadrado representa o mundo físico e o triângulo está relacionado com a Trindade pois todas as religiões possuem a Trindade. A esfera indica a Divindade e o absoluto. O símbolo da Torre simboliza a ação de elevar-se além do mundo físico até os planos superiores e as janelas podem indicar os diversos planos que interagem no ser humano. A Coroa representa domínio, posição real e status elevado. O Cetro equivale ao bastão mágico. Existem inúmeros símbolos que poderiam também serem citados aqui mas vamos apenas explanar esses. É um assunto muito importante para os estudiosos do Tarot.
O elemento estrutural do Tarot são os números. Cada Arcano Maior apresenta um valor numérico a carta correspondente. Existem uma infinidade de Tarôs que variam conforme a época que foram criados e com várias ilustrações.
       O Tarot como um jogo pessoal emite mensagens do inconsciente e tem muito a ver com nossa vida. O estudo do Tarot requer tempo e dedicação pois com a prática ganhamos experiência  mas para isso é necessário dedicação constante. Os Tarôs desenhados entre 1400 a 1900 são chamados de Tarot Clássico e entre eles temos o Tarot de Marselha. Ele é o mais conhecido e muito usado para o estudo do Tarot. No século XX com avanço da tecnologia de cores e impressão surge o Tarot Moderno tendo como principal exemplo o Rider Waite. Waite foi um membro da Ordem Mística Golden Dawn. Ele desenvolveu os aspectos mágicos e simbólicos dos Arcanos maiores e criando ilustrações para os Arcanos menores. Aleister Crowley um dos magos mais polêmicos que, após anos de estudo e prática, elaborou o Tarot de Thoth com o auxílio gráfico da artista Lady Freida Harris. É um Tarot simbólico e colorido contendo  inúmeros simbolismo egípcio, oriental, grego, medieval em sua estrutura.
        Após o ano de 1975 começaram a surgir inúmeros Tarôs baseados tanto no Tarot Clássico como no Tarot Moderno. Encontramos o Tarot de Osho. O Tarot Astec (1986). O Tarot Mitológico. O Tarot dos Orixás além de outros. O Tarot de Marselha  apresenta 78 lâminas divididos  em dois grupos que são: 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. São distribuídos em quatro naipes que são: Copas, Espadas, Ouros e Paus e figuras de reis rainhas valete como no Baralho Tradicional. Ele estrutura tanto o Universo quanto o pensamento.
       O Tarot apresenta cores, formas geométricas, números, objetos, arquétipo, nome oculto, mito e correspondência astrológica. O arquétipo é um conceito que representa o primeiro modelo de algo. O Tarot pode ser usado como oráculo como forma de auto conhecimento. A palavra oráculo está relacionada a oração e significa pedido. O Tarot é uma arte Divinatória. Antigamente os sacerdotes das antigas civilizações empregavam "métodos divinatórios" para investigar a saúde dos pacientes ou saber algo que precisavam. Ele se tornou extremamente popular e houve muitas alterações que podem ser observadas. Também podemos escrever tarô ou Tarot.
        O Tarot contém elementos de muitas Tradições representativas dos mistérios Ocidentais, pois sua estrutura se adapta as exigências impostas por essas Tradições.

Tarot de Marselha

       São 22 Arcanos Maiores. Em alguns Tarôs O Louco  possui o número zero, em outros o número 22 isto porque poderá estar no início ou fim na busca de um novo caminho. É o andarilho. "Se o homem persistisse em sua loucura, tornar-se-ia sábio"(William Blake). O Louco é uma pessoa jovem e aventureira que considera "a mentira como uma verdade que não teve tempo de acontecer". Ele não se importa com o caminho que vai seguir.
       A mensagem do Mago (1)" Disponho de todos os meus instrumentos e talentos para realizar meus objetivos". O Mago possui sucesso em pensamento, palavra e ação. É o Senhor do seu próprio Destino.
         A Sacerdotisa (2) diz: Em meu ser habita a sabedoria. Recebo a intuição Divina para guiar-me em meu caminho. A Sacerdotisa como reveladora dos Mistérios, detentora das chaves da grande obra.
      O Arcano da Imperatriz (3) "Todos os oradores calam quando a beleza feminina fala" -Shakespeare. A Imperatriz é uma soberana resplandecente de claridade, simbolizando a inteligência.
          O Imperador (4) "Procuro estar centrado no meu momento,na minha meta, para concretizar os meus sonhos". O Imperador é um líder prático, domina o físico e representa toda a cristalização construtiva.
            A mensagem do Papa (5) é: "Busco uma mensagem de nível superior, para me sentir religado a Deus". O Papa (5) está cercado por discípulos. Como é dogmático está preso aos conceitos, as suas próprias verdades.
A busca do equilíbrio  responsabilidade e as decisões estão representadas pela carta dos Enamorados  (carta 6). Esse Arcano é ligado a energia do amor.
           A carta do Carro (7) é o momento em que o homem se volta para o mundo espiritual. O espírito que domina a matéria. É o Arcano de ação e controle das situações.
        O Arcano oito (8) é a Justiça. Esse é o arcano que está relacionado com o equilíbrio cósmico. Indica assuntos relacionados com a justiça Divina e dos Homens. "O segredo do Poder está na verdade"(Mazzi).
      A carta Nove (9) é o Eremita, é a busca da transcendência afastando-se das pessoas comuns. Como diz Jung: "Quem olha para fora, sonha, quem olha para dentro, acorda". É o momento de finalizações.
      A frase para A Roda da Fortuna (10) é: "Tudo vai, tudo volta, eternamente gira a roda do ser. Tortuoso é o caminho da eternidade"(Nietzsche).
      A carta da Força (11) indica que cada pessoa aplica a força que tem. Demonstra o domínio no campo material e espiritual, com um controle absoluto.  
     O Pendurado (12) é a carta que traz o peso do carma sobre cada existência. Esse é o Arcano passivo, trazendo impedimentos limitações e espera.
     A Carta do Ceifador ou Morte (13), Eu necessito fazer cortes, ceifar rente a terra, romper com estruturas antigas. É o momento de separação de algo na vida.
     O Arcano (14) é a Temperança simbolizando a fluidez, a continuação tranquila de tudo que é vivido.
      O Arcano (15) é o Diabo. Sua mensagem é: "Vigiai cuidadosamente os apetites e tendências para não contraíres maus hábitos e vícios"(Franklin). Representa o momento em que o caminhante deve escolher entre o bem e o mal.
       A Torre (16) é o Arcano da ruína. É a Casa de Deus. A Destruição física. Lição: Não devemos nos vangloriar quando tudo está bem pois nada é eterno.
        A Estrela (carta 17), é uma luz após o caos. Ela é a esperança no que se deseja trazendo a  cura e energias de uma vibração positiva para que se possa beneficiar.
       A Lua é a carta (18) e aparece em momentos de mudanças. Ela possui influência nas emoções principalmente feminina. Expulsar qualquer negatividade dos nossos pensamentos evitando medos.
       A Carta do sol (19) é a luz maior que realiza modificações energéticas importantes através da polaridade masculina com relação aos aspectos positivos. É a luz na vida.
       O Julgamento (20) esse simbolismo indica que um chamado libertará a pessoa de uma situação podendo ser ajudada por outras pessoas. É o despertar de uma nova consciência.
       A carta número (21) representa o mundo e encerra a evolução da alma sendo a recompensa dos seus objetivos.
        Esses foram os 22 Arcanos Maiores do Tarot.
    Para os iniciados e para os ocultistas, o Tarot é mais um instrumento a ser utilizado na compreensão dos símbolos e o caminho que a alma deve percorrer para atingir a perfeição.
       O Tarot é um instrumento que apresenta uma simbologia muito grande além de lendas e mistérios. Existem alguns nomes dos Arcanos do Tarot iguais para os mesmos arcanos. Como exemplo citaremos a carta 16 A Casa de Deus e a Torre (o mesmo significado). O Tarot é um assunto que requer dedicação e estudo por muitos anos. "O Tarô é o espelho mais próximo da perfeição do nosso ser". Existem inúmeros livros a respeito do Tarot. Colocarei a seguir alguns nomes de livros.

Bibliografia:
Tarô Místico - Celina Fioravanti - Editora Pensamento.
Desvendando o Tarô - Patrícia Fernandes - Editora Pallas
O Tarô dos Bôemios - Papus - Editora Martins Fontes
Os Arcanos Maiores do Tarô - G.O. Mebes - Editora Pensamento
A Magia do Tarô - Mirian Nunes - Editora Rowena
A Sabedoria do Tarô - Elisabeth Haich - Editora Pensamento
O Tarô -Hajo Banzhaf - Editora Pensamento
Arcanos Menores do Tarô - G. O. Mebes - Editora Pensamento
Arcanos Menores - Luiz Peixoto e Myriam Nunes - Editora Alfabeto
Elementos do Tarô - A T Mann - Ediouro

 "O  conhecimento é como a riqueza, destinado ao uso"

Comentários

  1. Amei o artigo!! Explicação maravilhosa do universo do tarot, e a essência das 22 lâminas dos arcanos maiores. Gratidão Marisa!

    ResponderExcluir
  2. Adorei. Como sempre nos dando bons ensinamentos. Gratidão.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os números

Cruz

Energia